16.8.11

Meninas, boas férias! Espero que gostem do capítulo ainda que pequenino...

Mais uma vez, podiamos ter feito no jogo de hoje :s esperemos que corra melhor na Luz!

Mais uma vez, Aimar foi o melhor jogador em campo juntamente com o Artur! Merece que o renovem por mais 2 anos.

Se LFV diz que Aimar é referência que o renove! Já!

 


 

 

Neste momento sentia-me a mulher mais feliz do mundo.

Saímos do treino, esperei pelo Aimar à entrada com as meninas, que esperavam pelos outros jogadores e todas me felicitaram, pelo pedido.

-¿Tu lo sabías Romi?

-Sí! – sorriu bastante feliz. –Pablo ténia hablado com Savi por causa del pedido, y Savi me conto!

Sorri timidamente. E os rapazes começaram a chegar.

A Romanella seguiu com o Savi, a Sara com o Javi, a Pipa saiu e despediu-se e a Maria seguiu com o Rúben.

Dei um enorme e saboroso beijo ao Pablo assim que ele chegou a minha beira, entramos no carro dele e seguimos para casa dele.

Estava também na altura de comprar outro carro. Desde do acidente que mandei o meu boguinhas pra socata. Mas logo, logo pensaria nisso.

Passei uma mão gentilmente sobre a sua perna direita, enquanto ele conduzia. – ¿Estás seguro que quieres casarte otra vez? – perguntei timidamente.

Ele desviou o olhar da estrada por segundos, para cruzar com o meu, voltando de novo a estrada. Um sorriso se esboçou no seu rosto… - ¡Con usted yo estoy seguro de todo!

Sorri… Este homem era perfeito. E quando alguém me voltasse a dizer alguma vez na vida que os homens perfeitos não existem. Eu iria dizer que eu tinha o melhor exemplo de homem perfeito em casa. Ele era completamente perfeito, único… O homem da minha vida.

Preparei um almoço delicioso no qual nos deliciamos calmamente,  arrumei a cozinha com uma mãozinha do Pablo que se disponibilizava sempre para ajudar.

Decidimos ir dar um pequeno passeio no parque da cidade de tarde, acabamos por ir jantar a um restaurante no bairro alto, e quando acabamos voltamos para casa.

Estávamos ambos um pouco cansados, o Pablo deixou-se logo cair sobre a cama, observando-me enquanto me despia. Soltei o cabelo, deixando cair sobre os ombros desnudos, tirei os calções e fiquei apenas em lingerie.

- Venga aqui! – disse-me chamando-me para junto dele na cama.

Subi para cima da cama, e sentei-me na sua cintura, passei uma mão no seu rosto e beijei-lhe suavemente os lábios, o que provocou um sorriso tímido em ambos os rostos.

Beijei-o de novo, deixando primeiro pequenos beijos sobre os seus lábios, passando para um beijo mais longo e calmo, que se tornou progressivamente num beijo mais intenso, onde os nossos lábios se abriam para que as nossas línguas se tocassem fervorosamente. As suas mãos deixaram de envolver a minha cintura, para me acariciar o corpo inteiro. Comecei por despir a sua t-shirt, e de seguida as minhas mãos fizeram o seu caminho pelo seu tronco sentido cada pedaço dos seus músculos e terminando nos botões das suas calças que começava por desapertar. Livrei-me das suas calças e ele do me sutien. Rodamos, ele ficou por cima, acariciou-me os seios por entre beijos excitantes, e mãos que estavam mais do que perdidas em ambos os corpos. Daí até ao êxtase foi um passo apenas. Ele livrou-se da única peça que ainda restava no meu corpo, e eu livrei-me dos seus boxers. Senti-o em mim, movimentando-se carinhosamente. Sentia-o bastante calmo, bastante cuidadoso, como se eu fosse partir a qualquer momento. Era a primeira vez que fazíamos amor desde do acidente, mas eu ansiava tanto por este momento que o queria para sempre junto de mim.

Voltamos a rodar, fiquei agora eu por cima dele, aumentei o ritmo, as nossas respirações já estavam mais do que aceleradas, os nossos corações queriam saltar fora, os gemidos ecoavam pelo quarto, e ambos terminamos o eterno e perfeito reencontro, com um delicioso orgasmo.

A minha vida mudava agora. Eu ia casar com o homem mais perfeito do mundo.

 

 

tags:
sinto-me: >.
música: nelly furtado - try
link do postPor pablitoaimar, às 23:46  comentar

De Thelma a 17 de Agosto de 2011 às 00:06
Aiii Jane Maria, ou eu adivinhei logo o que ia sair daqui ou eu acabei mesmo por te lembrar de uma coisita marota :P hahaha
:P quero maiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis!!! escreve maiiiis!!! :3

De quandomenosseespera a 17 de Agosto de 2011 às 00:17
Está tão maravilhoso :d Escreves divinalmente :DD
Adoro :DD
Beijnhos*
E já agora passa nos meus quando puderes e deixa a tua opinião
http://path-desabafos.blogspot.com/
http://quandomenosseespera.blogs.sapo.pt/

De BiaC a 17 de Agosto de 2011 às 04:08
Olah! Bem, sinceramente não sei se já comentei a tua fanfic.
Mas leio a já a algum tempo e ADOROOO!!
A historia em si é muito fixe, e tu escreves super bem!

Gostava de ler mais, porque descobri a tua fanfic a poucos capítulos atrás..Por isso será que a maneira de ler os outros capitulos?!

BeijooOOO

Quero o próximo capitulo!! Continuaaaa

De Filippa a 17 de Agosto de 2011 às 11:47
lindo Jane, está pequenino mas está muito fofinho ^^
Quero mais :D

De Annie a 17 de Agosto de 2011 às 13:36
está tão fofinho :D

De Pipa a 27 de Agosto de 2011 às 15:14
Janezita tu deixa-me o cunhado inteiro que é pra ele jogar como joga!

Tá lindo ,para não variar!

Besito

mais sobre mim